O Papa: Guerras e Crises Geram um Clima Pesado, Rezemos com Insistência

O Papa: guerras e crises geram um clima pesado, rezemos com insistência Publicamos o prefácio de Francisco ao livro “Orar hoje. Um desafio a ser superado”, publicado pela LEV e assinado pelo cardeal Angelo Comastri, o primeiro volume de uma série de pequenos textos que serão publicados no Ano da Oração convocado pelo Pontífice em preparação ao Jubileu. O texto foi publicado esta terça-feira, 23 de janeiro, na íntegra pelo jornal Avvenire, diário da Conferência Episcopal Italiana (CEI) Francisco A oração é a respiração da fé, é sua expressão mais adequada. Como um grito silencioso que sai do coração daqueles que acreditam e se entregam a Deus. Não é fácil encontrar palavras para expressar esse mistério. Quantas definições de oração Continue Lendo →

Papa no Angelus: Nas Crises não Ceder à Raiva, Deus Abre Novos Caminhos

Papa no Angelus: nas crises não ceder à raiva, Deus abre novos caminhos Papa Francisco rezou o Angelus com os fiéis reunidos na Praça São Pedro, neste quarto e último domingo do Advento, quando a liturgia nos apresenta a figura de São José. – Silvonei José – Vatican News “Quando se habita a crise sem ceder ao fechamento, à raiva e ao medo, mas mantendo a porta aberta para Deus, Ele pode intervir. Ele é um especialista em transformar crises em sonhos”: foi o que disse o Papa Francisco neste quarto e último domingo do Advento, quando a liturgia nos apresenta a figura de São José. O Papa recordou que José é um homem justo, que está prestes a se Continue Lendo →

Nas Crises, Cada Pessoa Revela o Seu Coração

Francisco: nas crises, cada pessoa revela o seu coração Na mensagem de vídeo, o Papa recordou que devemos “agir com o estilo do samaritano”, ou seja, “deixar-me atingir pelo que vejo”, sabendo “que o sofrimento me mudará”, e que o sofrimento do outro exige o meu compromisso. – Mariangela Jaguraba – Vatican News Para “construir o amanhã” depois desta pandemia, que marcou “a vida das pessoas e a história de nossas comunidades”, devemos “agir com o estilo do samaritano”, ou seja, “deixar-me atingir pelo que vejo”, sabendo “que o sofrimento me mudará”, e que o sofrimento do outro exige o meu compromisso. Esta é a reflexão que o Papa Francisco oferece aos participantes do 65º Congresso de Educação Religiosa promovido Continue Lendo →