Generosidade e Solidariedade como Resposta ao Individualismo e à Indiferença

Papa: generosidade e solidariedade como resposta ao individualismo e à indiferença

Francisco recebeu em audiência os membros da “Papal Foundation”, que apoia vários projetos educacionais, caritativos e apostólicos da Igreja e concede bolsas de estudo a leigos, sacerdotes e religiosos para estudar em Roma. Ao agradecer à instituição, o Pontífice destacou que seus programas “promovem um vínculo espiritual e uma conexão fraterna com pessoas de muitas culturas, idiomas e regiões diferentes que recebem assistência”. – Tiziana Campisi – Cidade do Vaticano

O Papa Francisco agradeceu aos membros da “Papal Foundation” (Fundação Papal), recebidos em audiência na Sala Clementina do Palácio Apostólico por ocasião da peregrinação anual a Roma. O apoio oferecido pela instituição “a projetos educativos, caritativos e apostólicos” promove o “desenvolvimento integral”, especialmente dos “pobres, refugiados, imigrantes” e também de “um número crescente de pessoas afetadas pela guerra e pela violência”. E é também por meio de bolsas de estudo que a Fundação permite que “leigos, homens e mulheres consagrados, seminaristas e sacerdotes de países em desenvolvimento” continuem seus estudos nas Universidades Pontifícias em Roma. Em mais de vinte anos, 1.700 pessoas já foram beneficiadas, recebendo dessa forma “as ferramentas para testemunhar mais efetivamente o Evangelho, tanto em seus países de origem quanto em outros lugares”.

“Por meio dessas diversas e louváveis iniciativas, vocês continuam a ajudar os Sucessores de Pedro a fazer crescer numerosas Igrejas locais e a cuidar de tantas pessoas desfavorecidas, em resposta à confiança que o Senhor confiou ao Apóstolo. Por toda a generosidade que demonstram, expresso minha sincera gratidão.”

Solidariedade inspirada pela fé católica

A Papal Foundation é uma obra que “encontra sua fonte e inspiração” na fé católica, na qual, enfatizou Francisco, deve “ser continuamente alimentada pela participação na vida da Igreja, pelos Sacramentos e pelo tempo passado em silêncio na presença do Senhor em oração e adoração”.

“Não se esqueçam de adorar: a oração de adoração, nós a negligenciamos; devemos retomá-la. Adorar, em silêncio.”

Um vínculo fraterno e comunitário

O Papa recordou que a Igreja está se preparando para celebrar o Jubileu de 2025 com o Ano da Oração. Ao perseverar na oração, nos tornamos “pouco a pouco ‘um só coração e uma só alma’, tanto com Jesus quanto com os outros”, acrescentou Francisco, e isso “se traduz em solidariedade e no compartilhamento do pão de cada dia”.

“Os programas da Papal Foundation promovem um vínculo espiritual e uma conexão fraterna com pessoas de muitas culturas, idiomas e regiões diferentes que recebem assistência. O serviço prestado é ainda mais necessário em nossa época, marcada pelo individualismo e pela indiferença.”

Os novos compromissos da Fundação

A Fundação Papal anunciou que este ano doará 14,7 milhões em subsídios, bolsas de estudo e ajuda humanitária para o serviço do Papa e da Igreja Católica em todo o mundo. Este ano, a entidade distribuirá quase 10 milhões em subsídios para apoiar 118 projetos para os mais pobres em mais de 60 países e fornecerá aproximadamente 1 milhão de dólares em bolsas de estudo que permitirão que mais de 100 padres, freiras e seminaristas estudem em Roma com o Programa de Bolsas de Estudo São João Paulo II. Por fim, a Fundação também fornecerá ajuda humanitária por meio de seu Fundo de Missão, alocando US$4 milhões em recursos de emergência para tempos de crise, para alimentar os famintos, cuidar dos doentes e fornecer abrigo aos desalojados.

Clique no áudio acima e escute a transmissão desta notícia feita pela Rádio Vaticano em língua portuguesa.

Fonte: www.news.va (Official Vatican Network)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *