Evangelho do Dia – Domingo 07.04.2024

Primeira Leitura (Atos 4,32-35) Leitura dos Atos dos Apóstolos: 4,32 A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava como próprias as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum. 33 Com grandes sinais de poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus. E os fiéis eram estimados por todos. 34 Entre eles ninguém passava necessidade, pois aqueles que possuíam terras ou casas, vendiam-nas, levavam o dinheiro, 35 e o colocavam aos pés dos apóstolos. Depois, era distribuído conforme a necessidade de cada um. — Palavra do Senhor. — Graças a Deus. Salmo Responsorial Sl 117(118),2-4.16ab-18.22-24 (R. 1) — Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; “eterna é a sua misericórdia!” Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 07 de Abril

São João Batista de La Salle A tradição da família de La Salle, na França, é muito antiga. No século XVII, descendente de Carlos Magno, Louis de La Salle era conselheiro do Supremo Tribunal quando sua esposa, também de família fidalga, deu à luz a João Batista de La Salle, em 30 de abril de 1651, na casa da rua de L’Arbatete, que ainda existe, na cidade de Reims. O casal não era nobre só por descendência, ambos tinham também nobreza de espírito e seguiam os ensinamentos católicos, que repassaram aos sete filhos. João Batista era o mais velho deles. Dos demais, uma das filhas tornou-se religiosa, entrando para o convento de Santo Estevão, em Reims. Dois outros filhos ocuparam Continue Lendo →

Papa: Como Maria, não Ter Vergonha de Chorar por quem Sofre

Papa: como Maria, não ter vergonha de chorar por quem sofre As lágrimas foram o tema do discurso do Papa aos membros da Fundação Santa Ângela Mérici, que tem sua origem no evento que marcou a cidade siciliana em 1953, quando um quadro de Nossa Senhora começou a lacrimejar na casa dos cônjuges Iannuso. O Papa recebeu os membros da Fundação Santa Ângela Mérici, de Siracusa, que está completando 50 anos. A Fundação trabalha em prol das pessoas mais frágeis e tem sua origem no evento que marcou a cidade siciliana em 1953, quando um quadro de Nossa Senhora começou a lacrimejar na casa dos cônjuges Iannuso. “São as lágrimas de Maria, a nossa Mãe, Mãe celeste, pelos sofrimentos e Continue Lendo →