Evangelho do Dia – Segunda-Feira 01.04.2024

Leitura (Atos 2,14.22-32) Leitura dos Atos dos Apóstolos. No dia de Pentecostes, 2,14 Pedro de pé, junto com os onze apóstolos, levantou a voz e falou à multidão: 22 “Homens de Israel, escutai estas palavras: Jesus de Nazaré foi um homem aprovado por Deus, junto de vós, pelos milagres, prodígios e sinais que Deus realizou, por meio dele, entre vós. Tudo isto vós bem o sabeis. 23 Deus, em seu desígnio e previsão, determinou que Jesus fosse entregue pelas mãos dos ímpios, e vós o matastes, pregando-o numa cruz. 24 Mas Deus ressuscitou a Jesus, libertando-o das angústias da morte, porque não era possível que ela o dominasse. 25 Pois Davi dele diz: ‘Eu via sempre o Senhor diante de mim, pois está Continue Lendo →

Papa na Urbi et Orbi: A Paz Nunca é Construída com Armas, mas Estendendo Nossas Mãos

Papa na Urbi et Orbi: a paz nunca é construída com armas, mas estendendo nossas mãos “Jesus de Nazaré, o crucificado, ressuscitou!” Com essas palavras o Papa Francisco abriu sua mensagem e concedeu aos fiéis a Bênção Urbi et Orbi da sacada central da Basílica de São Pedro, neste Domingo de Páscoa na Ressurreição do Senhor. Recordou os povos martirizados por conflitos e violência e pediu a paz para o mundo. – Mariangela Jaguraba – Vatican News Queridos irmãos e irmãs, Feliz Páscoa! Hoje ressoa em todo o mundo o anúncio que partiu de Jerusalém há dois mil anos: “Jesus de Nazaré, o crucificado, ressuscitou!” Assim, o Papa Francisco saudou os milhares de fiéis presentes, na Praça São Pedro, tapeçada Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 01 de Abril

São Hugo Hugo nasceu numa família de condes, em 1053, em Castelnovo de Isère, sudoeste da França. Seu pai, Odilon de Castelnovo, foi um soldado da corte que, depois de viúvo, se casou de novo. Hugo era filho da segunda esposa. Sua mãe preferia a vida retirada à da corte, e se ocupava pessoalmente da educação dos filhos, conduzindo-os pelos caminhos da caridade, oração e penitência, conforme os preceitos cristãos. Aos vinte e sete anos, Hugo ordenou-se e foi para a diocese de Valence, onde foi nomeado cônego. Depois, passou para a arquidiocese de Lião, como secretário do arcebispo. Nessa época, recebeu a primeira de uma série de missões apostólicas que o conduziriam para a santidade. Foi designado, por seu Continue Lendo →