Rezemos Pelas Famílias para que Vivam o Amor com Gestos Concretos

Papa: rezemos pelas famílias para que vivam o amor com gestos concretos O vídeo do Papa para o mês de junho foi divulgado nesta quinta-feira (2) com a intenção de oração que Francisco confia à Igreja. O Pontífice reza “pelas famílias cristãs de todo o mundo para que, com gestos concretos, vivam a gratuidade do amor e a santidade na vida quotidiana”. – Andressa Collet – Vatican News A série de três vídeos do Papa sobre a família continua neste mês de junho, após dedicar o primeiro episódio ao jovens em maio. Nesta quinta-feira (2), então, foi divulgado o vídeo sobre o caminho percorrido junto à família: “A família é o lugar onde aprendemos a viver juntos, a conviver com Continue Lendo →

Evangelho do Dia – Sexta-Feira 03.06.2022

Leitura (Atos 25,13b-21) Leitura dos Atos dos Apóstolos. Naqueles dias, 25,13b o rei Agripa e Berenice chegaram a Cesareia e foram cumprimentar Festo. 14 Como ficassem alguns dias aí, Festo expôs ao rei o caso de Paulo, dizendo: “Está aqui um homem que Félix deixou como prisioneiro. 15 Quando eu estive em Jerusalém, os sumos sacerdotes e os anciãos dos judeus apresentaram acusações contra ele e pediram-me que o condenasse. 16 Mas eu lhes respondi que os romanos não costumam entregar um homem antes que o acusado tenha sido confrontado com os acusadores e possa defender-se da acusação. 17 Eles vieram para cá e, no dia seguinte, sem demora, sentei-me no tribunal e mandei trazer o homem. 18 Seus acusadores compareceram diante dele, mas Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 03 de Junho

Santos Carlos Lwanga e companheiros O povo africano talvez tenha sido o último a receber a evangelização cristã, mas já possui seus mártires homenageados na história da Igreja Católica. O continente só foi aberto aos europeus depois da metade do século XIX. Antes disso, as relações entre as culturas davam-se de forma violenta, principalmente por meio do comércio de escravos. Portanto, não é de estranhar que os primeiros missionários encontrassem, ali, enorme oposição, que lhes custava, muitas vezes, as próprias vidas. A pregação começou por Uganda, em 1879, onde conseguiu chegar a “Padres Brancos”, congregação fundada pelo cardeal Lavigérie. Posteriormente, somaram-se a eles os padres combonianos. A maior dificuldade era mostrar a diferença entre missionários e colonizadores. Aos poucos, com Continue Lendo →