Evangelho do Dia – Domingo 05.08.2018

Primeira Leitura (Êxodo 16,2-4.12-15) Leitura do Livro do Êxodo: Naqueles dias, 16,2 a comunidade dos filhos de Israel pôs-se a murmurar contra Moisés e Aarão, no deserto, dizendo: 3 “Quem dera que tivéssemos morrido pela mão do Senhor no Egito, quando nos sentávamos junto às panelas de carne e comíamos pão com fartura! Por que nos trouxestes a este deserto para matar de fome a toda esta gente?” 4 O Senhor disse a Moisés: “Eis que farei chover para vós o pão do céu. O povo sairá diariamente e só recolherá a porção de cada dia, a fim de que eu o ponha à prova, para ver se anda ou não na minha lei. 12 Eu ouvi as murmurações dos Continue Lendo →

A Tradição é Viva Pela Própria Natureza, diz D. Fisichella ao Comentar Alteração no Catecismo

A tradição é viva pela própria natureza, diz D. Fisichella ao comentar alteração no Catecismo "A tradição, se não estiver viva, se não for mantida viva por um magistério sempre vivo, como insiste a Dei Verbum, a Constituição Dogmática sobre a Revelação, não é mais a tradição", disse o arcebispo Rino Fisichella ao comentar a modificação sobre a pena de morte introduzida no Catecismo por desejo do Papa Francisco. – Fabio Colagrande – Cidade do Vaticano A nova formulação do Catecismo da Igreja Católica considera inadmissível a pena de morte, introduzida por desejo do Papa Francisco com um Rescrito publicado na quinta-feira, 2, representa "um verdadeiro progresso dogmático". Quem afirma isso em um artigo publicado no "L'Osservatore Romano" é o arcebispo Continue Lendo →