Santos do Dia da Igreja Católica – 15 de Março

Santa Luísa de Marillac Luísa nasceu em 12 de agosto de 1591, filha natural de Luís de Marillac, senhor de Ferrières, aparentado com a nobreza francesa, cujas posses permitiram dar à filha uma infância tranqüila. A menina aos três anos foi para o Convento Real de Poissy, em Paris onde recebeu uma educação refinada, quer no plano espiritual, quer no humanístico. Porém, seu pai morreu quando ela tinha treze anos, sem deixar herança e, felizmente, nem dívidas. Nessas circunstâncias Luísa foi tirada do Convento, pela tia Valença, pois os Marillac não se dispuseram custear mais sua formação. Ela desejava dedicar sua vida à Deus, para cuidar dos pobres e doentes, mas agora com a escassez financeira teria de esperar para Continue Lendo →

O Diabo quer Destruir a Igreja por Inveja com Poder e Dinheiro

O Papa: o diabo quer destruir a Igreja por inveja com poder e dinheiro Na missa na Santa Marta, Francisco recordou a memória de Santa Luísa de Marillac e rezou pelas religiosas vicentinas que administram o dispensário pediátrico no Vaticano. Na homilia, afirmou que o Espírito Santo faz a Igreja crescer, mas por outro lado, existe o espírito mau que procura destruí-la: é a inveja do diabo que usa o poder e o dinheiro mundanos para esse fim. A confiança do cristão está em Jesus Cristo e no Espírito Santo. Francisco presidiu a missa na Casa Santa Marta no sábado (09/05) da quarta semana da Páscoa. Na introdução, recordou a memória de Santa Luísa de Marillac, rezando pelas religiosas vicentinas Continue Lendo →

Missa em Santa Marta- Resistência Versus Docilidade

Missa em Santa Marta- Resistência versus docilidade Foram os leigos, «dispersos pela perseguição desencadeada depois do martírio de Estêvão» a levar «a palavra aos pagãos em Antioquia», onde «pela primeira vez foram chamados “cristãos”», obtendo depois a permissão e o encorajamento da comunidade dos apóstolos de Jerusalém através de Barnabé. E o segredo daquela primeira e extraordinária evangelização foi «a docilidade ao Espírito Santo para acolher e anunciar a palavra» disse o Papa na missa de terça-feira, 9 de maio, convidando a rezar também hoje precisamente «por Antioquia», e oferecendo a celebração «pelas religiosas da Casa Santa Marta» – as filhas da caridade de São Vicente de Paulo – que recordam «o dia da sua fundadora, Santa Luísa de Marillac». Continue Lendo →