Francisco: Que na “Sagrada Família” Peregrinos Encontrem Clima de Oração

O Papa recebeu em audiência os membros da “Junta Constructora” da Basílica projetada pelo arquitecto espanhol e Servo de Deus Antoni Gaudí. O convite do Pontífice: que tudo, desde os pináculos até aos campanários, ajude os visitantes a custodia o clima espiritual, particularmente importante neste Ano da Oração – Amedeo Lomonaco – Cidade do Vaticano

As palavras dirigidas em espanhol pelo Papa Francisco à “Junta Constructora” da Sagrada Família de Barcelona – a Fundação canônica privada responsávelpela construção, conservação e restauração da Basílica – são um convite para entrar, idealmente, neste templo desenhado pelo arquiteto Antônio Gaudí.

A Basílica, explica o Pontífice, está “estruturada de modo que cada pórtico tenha um tema, ilustrado por passagens da Escritura e emoldurado por uma oração”.

As portas da fé e da caridade 

A primeira porta, com a imagem de Jesus pregando aos doutores, é aqueça da fé. A porta central representa a caridade: a figura principal da Sagrada Família, sublinha Francisco, “convida-nos a elevar o olhar para o mistério da Encarnação e a partir daí dedilhar as contas do Rosário que desce pelas janelas, emoldurando a estrela da Belém, quase como se dissesse: aqui está a nossa luz”. E é “na adoração, na oração contemplativa dos mistérios, que nos abrimos a essa luz, como a grande janela do vosso templo”.

Do estupor à oração 

Francisco recorda que neste ano, como repetiu em diversas ocasiões, a oração deve ser um momento de preparação em vista do Jubileu de 2025. É importante, afirma o Pontífice, que “o clima de oração não se perca nos templos”. 

O convite dirigido pelo Papa à “Junta Construtora” da Basílica da Sagrada Família é, portanto, o de acolher “os peregrinos que se aproximam, para introduzi-los com uma atitude orante a contemplar o projeto iconográfico do Servo de Deus Antoni Gaudí na sua totalidade”. De forma que “como os pináculos e campanários, seus olhares se elevem” e suas vozes se juntem às dos anjos.

Sagrada Família, mais de 140 anos de história 

A construção da Basílica da Sagrada Família, iniciada em 1882, responde ao que está indicado no pergaminho conservado na pedra fundamental: “Despertar do torpor os corações adormecidos. Nesta perspectiva, o dia 7 de Novembro de 2010 é uma data importante na história da Sagrada Família: é de faco o momento em que foi consagrada e elevada à categoria de Basílica menor.

Durante a Santa Missa, o Papa Bento XVI sublinha que este dia “é um ponto significativo numa longa história de aspirações, de trabalho e de generosidade, que já dura mais de um século”. Uma longa história recentemente embelezada com outras peças. Em 2018 foi instalada a Cruz Gloriosa na fachada da Paixão e em 2021 foi inaugurada a estrela da Torre da Virgem, passos sucessivos para a conclusão desta obra, já quase concluída.

Fonte: www.news.va (Official Vatican Network)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *