Santos do Dia da Igreja Católica – 05 de Setembro

São Lourenço Justiniano Filho da nobre família Justiniano, Lourenço nasceu em Veneza, no dia 1º de julho de 1380. Desde cedo, já manifestava seu repúdio ao orgulho, à ganância e à corrupção que havia em sua terra natal. Na adolescência, teve uma visão da Sabedoria Eterna e decidiu dedicar-se à vida religiosa. Sua única ambição era amar e servir a Deus. Procurando o aprimoramento espiritual, tornou-se um mendigo em sua cidade, chegando a esmolar na porta da casa de seus próprios pais. A vanguardista Veneza do século XV era um efervescente laboratório de reforma católica, destinado a produzir frutos preciosos. Um deles foi Lourenço Justiniano. Aos dezenove anos de idade ele era considerado um modelo de virtude, austeridade e humildade. Continue Lendo →

Quaresma é Tempo Precioso para Desmascarar as Tentações

Papa: Quaresma é tempo precioso para desmascarar as tentações O Santo Padre convidou também a parar “um pouco com o olhar altivo, com o comentário ligeiro e desdenhoso que nasce do ter esquecido a ternura, a compaixão e o respeito pelo encontro com os outros". O Papa Francisco presidiu, nesta quarta-feira (14/02), na Basílica de Santa Sabina, no bairro Aventino, em Roma, a santa missa com o rito de imposição das cinzas. “O tempo de Quaresma é propício para corrigir os acordes dissonantes da nossa vida cristã e acolher a notícia sempre nova, feliz e esperançosa da Páscoa do Senhor. Na sua sabedoria materna, a Igreja propõe-nos prestar especial atenção a tudo o que possa arrefecer e oxidar o nosso Continue Lendo →

Santa Teresa de Calcutá, Espelho do Amor de Deus

Cardeal Parolin: Santa Teresa de Calcutá, espelho do amor de Deus Rádio Vaticano (RV) – O Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin presidiu na manhã da segunda-feira (05/09), na Praça São Pedro, a missa de ação de graças pela canonização de Santa Teresa de Calcutá. “Santa Teresa de Calcutá, com sua incessante oração, fonte de grandes óperas de misericórdia corporal e espiritual, foi um nítido espelho do amor de Deus e um admirável exemplo de serviço ao próximo”, disse o Cardeal Parolin. Ao recordar que Madre Teresa se definia “um lápis nas mãos do Senhor”, o cardeal afirmou que ela “descobriu nos pobres o rosto de Cristo”. Amor que faz mal Em Santa Teresa – prosseguiu o cardeal – “descobrimos Continue Lendo →