Francisco: O Perdão de Deus Não é Uma Sentença de Tribunal

Francisco: o perdão de Deus não é uma sentença de tribunal Cidade do Vaticano (RV) – Um bom sacerdote sabe “se comover” e “se comprometer com a vida das pessoas”, disse o Papa na homilia da manhã desta sexta-feira (30/10), feita em espanhol. Deus, disse o Pontífice, “nos perdoa como Pai, não como um funcionário do tribunal”. “Deus tem compaixão. Tem compaixão por cada um de nós, tem compaixão da humanidade e mandou seu Filho para curá-la, para regenerá-la”, para “renová-la”. Esta é uma das passagens da homilia do Papa, concentrada na compaixão de Deus. “É interessante – observou – que na parábola que todos conhecemos do Filho Pródigo, diz-se que quando o pai – que é uma representação de Continue Lendo →