Evangelho do Dia – Quarta-Feira 04.07.2018

Leitura (Amós 5,14-15.21-24) Leitura da Profecia de Amós. 5,14 Buscai o bem, não o mal, para terdes mais vida, só assim o Senhor Deus dos exércitos vos assistirá, como tendes afirmado. 15 Odiai o mal, amai o bem, restabelecei a justiça no julgamento, talvez o Senhor Deus dos exércitos se compadeça do resto da tribo de José. 21 “Aborreço, rejeito vossas festas, diz o Senhor, não me agradam vossas assembleias de culto. 22 Se me oferecerdes holocaustos, não aceitarei vossas oblações e não farei caso de vossos gordos animais de sacrifício. 23 Livra-me da balbúrdia dos teus cantos, não quero ouvir a toada de tuas liras. 24 Que a justiça seja abundante como água e a vida honesta, como torrente Continue Lendo →

Evangelho do Dia – Quarta-Feira 29.06.2016

Leitura (Amós 5,14-15.21-24) Leitura da Profecia de Amós. 5,14 Buscai o bem, não o mal, para terdes mais vida, só assim o Senhor Deus dos exércitos vos assistirá, como tendes afirmado. 15 Odiai o mal, amai o bem, restabelecei a justiça no julgamento, talvez o Senhor Deus dos exércitos se compadeça do resto da tribo de José. 21 “Aborreço, rejeito vossas festas, diz o Senhor, não me agradam vossas assembleias de culto. 22 Se me oferecerdes holocaustos, não aceitarei vossas oblações e não farei caso de vossos gordos animais de sacrifício. 23 Livra-me da balbúrdia dos teus cantos, não quero ouvir a toada de tuas liras. 24 Que a justiça seja abundante como água e a vida honesta, como torrente Continue Lendo →

Evangelho do Dia – Quarta-Feira 02.07.2014

Leitura (Amós 5,14-15.21-24) Leitura da profecia de Amós. 5 14 Buscai o bem e não o mal, e vivereis; e o Senhor Deus dos exércitos estará convosco, como o dizeis.  15 Detestai o mal, amai o bem, fazei reinar a justiça nas vossas assembléias; talvez então o Senhor, o Deus dos exércitos, tenha piedade do que resta de José!  21 “Aborreço vossas festas; elas me desgostam; não sinto gosto algum em vossos cultos;  22 quando me ofereceis holocaustos e ofertas, não encontro neles prazer algum, e não faço caso de vossos sacrifícios e animais cevados.  23 Longe de mim o ruído de vossos cânticos, não quero mais ouvir a música de vossas harpas;  24 mas, antes, que jorre a eqüidade Continue Lendo →