Evangelho do Dia – Segunda-Feira 05.04.2021

Leitura (Atos 2,14.22-32) Leitura dos Atos dos Apóstolos. No dia de Pentecostes, 2,14 Pedro de pé, junto com os onze apóstolos, levantou a voz e falou à multidão: 22 “Homens de Israel, escutai estas palavras: Jesus de Nazaré foi um homem aprovado por Deus, junto de vós, pelos milagres, prodígios e sinais que Deus realizou, por meio dele, entre vós. Tudo isto vós bem o sabeis. 23 Deus, em seu desígnio e previsão, determinou que Jesus fosse entregue pelas mãos dos ímpios, e vós o matastes, pregando-o numa cruz. 24 Mas Deus ressuscitou a Jesus, libertando-o das angústias da morte, porque não era possível que ela o dominasse. 25 Pois Davi dele diz: ‘Eu via sempre o Senhor diante de mim, pois está Continue Lendo →

A Alegria do Ressuscitado na Missa Pascal em Meio à Pandemia

A alegria do Ressuscitado na Missa pascal em meio à pandemia Com o rito do Resurrexit e a incensação, teve início a Missa do Domingo de Páscoa, presidida pelo Papa na Basílica de São Pedro. Uma solene celebração onde a ausência da homilia acentuou os significados dos rituais e dos gestos. No final, o pensamento do Papa Francisco ao novo arcipreste da Basílica e ao cardeal Comastri. E agradecimento a todos aqueles que contribuíram para a realização dos ritos do Tríduo Pascal. – Fausta Speranza – Vatican News O anúncio da derrota da morte volta com força na vida de cada um e na celebração presidida pelo Papa Francisco no Altar da Cátedra, na Basílica de São Pedro. Como no Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 05 de Abril

São Vicente Ferrer Vicente nasceu em Valência, na Espanha, em 1350. Passou a infância e a juventude junto aos padres dominicanos, que tinham um convento próximo de sua casa. Percebendo sua vocação, pediu ingresso na Ordem dos Pregadores (dominicanos) aos dezessete anos. Vicente estudou em Lérida, Barcelona e Tolosa, doutorando-se em filosofia e teologia, e ordenando-se sacerdote em 1378. Pregador nato, nesse mesmo ano começou sua peregrinação por toda a Europa, durante um período negro da história, quando ocorreu a Guerra dos Cem Anos, quando forças políticas, alheias à Igreja, tinham tanta influência que atuavam até na eleição dos papas. Assim, quando um italiano foi eleito papa, Urbano VI, as correntes políticas francesas não o aceitaram e elegeram outro, um Continue Lendo →