Que o Mundo Seja Livre de Armas Nucleares

Francisco: que o mundo seja livre de armas nucleares A humanidade precisa de paz e cooperação e o compromisso de todos é necessário. Este é o apelo que o Papa Francisco fez na Audiência Geral aos Estados e aos cidadãos faltando dois dia da entrada em vigor do Tratado sobre a Proibição de Armas Nucleares. – Gabriella Ceraso/Mariangela Jaguraba – Vatican News Um mundo sem armas nucleares que permite o avanço da paz. Na Audiência Geral desta quarta-feira (20/01), o Papa Francisco eleva fortemente sua voz pelo desarmamento global, na esteira de seus predecessores, faltando dois dias da entrada em vigor do Tratado adotado em 2017, que torna ilegal o uso, a ameaça, a posse e o armazenamento de armas Continue Lendo →

Evangelho do Dia – Quinta-Feira 21.01.2021

Leitura (Hebreus 7,25-28;8,1-6) Leitura da Carta aos Hebreus. Irmãos, 7,25 Jesus é capaz de salvar para sempre aqueles que, por seu intermédio, se aproximam de Deus. Ele está sempre vivo para interceder por eles. 26 Tal é precisamente o sumo sacerdote que nos convinha: santo, inocente, sem mancha, separado dos pecadores e elevado acima dos céus. 27 Ele não precisa, como os sumos sacerdotes, oferecer sacrifícios em cada dia, primeiro por seus próprios pecados e depois pelos do povo. Ele já o fez uma vez por todas, oferecendo-se a si mesmo. 28 A Lei, com efeito, constituiu sumos sacerdotes sujeitos à fraqueza, enquanto a palavra do juramento, que veio depois da Lei, constituiu alguém que é Filho, perfeito para sempre. 8,1 O tema Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 21 de Janeiro

Santa Inês O nome “Agnes”, para nós Inês, em grego significa pura e casta, enquanto em latim significa cordeiro. Para a Igreja, Santa Inês é o próprio símbolo da inocência e da castidade, que ela defendeu com a própria vida. A idéia da virgindade casta foi estabelecida na Igreja justamente para se contrapor à devassidão e aos costumes imorais dos pagãos. Inês levou às últimas conseqüências a escolha que fez à esses valores. É uma das Santas mais antigas do cristianismo. Sua existência transcorreu entre os séculos três e quatro, sendo martirizada durante a décima perseguição ordenada contra os cristãos, desta vez imposta pelo terrível imperador Diocleciano, em 304. Inês pertencia à uma rica, nobre e cristã família romana. Isso Continue Lendo →