Papa Confia a Nossa Senhora sua 31ª Viagem Apostólica

Papa confia a Nossa Senhora sua 31ª viagem apostólica Todos os eventos públicos da 31° viagem apostólica do Papa Francisco serão transmitidos ao vivo pela Rádio Vaticano/Vatican News, com comentários em português. Na véspera de sua 31° viagem apostólica, o Papa Francisco foi esta manhã até a Basílica de Santa Maria Maior rezar diante do ícone de Maria Salus Popoli Romani. O Pontífice realiza este gesto toda vez que parte e regressa de uma viagem. Desta vez, ele visita as capitais de Moçambique, Madagascar e Maurício, respectivamente Maputo, Antanananarivo e Porto Luís. Em quase uma semana e percorrendo mais de 15 mil quilômetros, Francisco fará 15 pronunciamentos, entre discursos, homilias e saudações. Todos os eventos públicos serão transmitidos ao vivo pela Rádio Continue Lendo →

Evangelho do Dia – Quarta-Feira 04.09.2019

Leitura (Colossenses 1,1-8) Início da Carta de São Paulo aos Colossenses. 1,1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus por vontade de Deus e o irmão Timóteo, 2 aos santos e fiéis irmãos em Cristo que estão em Colossas: graça e paz da parte de Deus, nosso Pai. 3 Damos graças a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, sempre rezando por vós, 4 pois ouvimos acerca da vossa fé em Cristo Jesus e do amor que mostrais para com todos os santos, 5 animados pela esperança na posse do céu. Disso já ouvistes falar no Evangelho, cuja palavra de verdade chegou até vós. 6 E como no mundo inteiro, assim também entre vós ela está produzindo frutos e se desenvolve desde Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 04 de Setembro

Santa Rosália Rosália nasceu no ano de 1125, em Palermo, na Sicília, Itália. Era filha de Sinibaldo, rico feudatário, senhor da região dos montes “da Quisquínia e das Rosas”, e de Maria Guiscarda, sobrinha do rei normando Rogério II. Portanto Rosália era muito rica e vivia numa Corte muito importante da época. Durante a adolescência, foi ser dama da Corte da rainha Margarida, esposa do rei Guilherme I da Sicília, que apreciava sua companhia amável e generosa. Porém nada disso a atraía ou estimulava. Sabia que sua vocação era servir a Deus e ansiava pela vida monástica. Aos quatorze anos, levando consigo apenas um crucifixo, abandonou de vez a Corte e refugiou-se, solitária, numa caverna nos arredores de Palermo. O Continue Lendo →