Evangelho do Dia – Domingo 30.09.2018

Primeira Leitura (Números 11,25-29) Leitura do Livro dos Números: Naqueles dias, 11,25 o Senhor desceu na nuvem e falou a Moisés. Retirou um pouco do espírito que Moisés possuía e o deu aos setenta anciãos. Assim que repousou sobre eles o espírito, puseram-se a profetizar, mas não continuaram. 26 Dois homens, porém, tinham ficado no acampamento. Um chamava-se Eldad e o outro Medad. O espírito repousou igualmente sobre os dois, que estavam na lista mas não tinham ido à Tenda, e eles profetizavam no acampamento. 27 Um jovem correu a avisar Moisés que Eldad e Medad estavam profetizando no acampamento. 28 Josué, filho de Nun, ajudante de Moisés desde a juventude, disse: “Moisés, meu Senhor, manda que eles se calem!” 29 Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 30 de Setembro

São Jerônimo  É incontestável o grande débito que a cultura e os cristãos, de todos os tempos, têm com este santo de inteligência brilhante e temperamento intratável. Jerônimo nasceu em uma família muito rica na Dalmácia, hoje Croácia, no ano 347. Com a morte dos pais, herdou uma boa fortuna, que aplicou na realização de sua vocação para os estudos, pois tinha uma inteligência privilegiada. Viajou para Roma, onde procurou os melhores mestres de retórica e desfrutou a juventude com uma certa liberdade. Jerônimo estudou por toda a vida, viajando da Europa ao Oriente com sua biblioteca dos clássicos antigos, nos quais era formado e graduado doutor. Ele foi batizado pelo papa Libério, já com 25 anos de idade. Passando Continue Lendo →

Fermento da Fraternidade Nunca Deixa de Produzir seus Frutos

Papa: fermento da fraternidade nunca deixa de produzir seus frutos "Os últimos são aqueles que perderam a casa e o trabalho e lutam para manter sua família, os últimos são aqueles que vivem marginalizados e doentes, ou são vítimas de injustiças e abusos", disse Francisco. O Papa Francisco recebeu em audiência, neste sábado (29/09), na Sala Paulo VI, no Vaticano, cerca de sete mil membros da Associação Nacional da Polícia de Estado. A associação une os membros da Polícia ainda em atividade e aqueles que, mesmo tendo terminado seu serviço, ainda se sentem parte dela e levam adiante seus ideais. Ela transmite “as tradições da Polícia de Estado”, favorecendo a união de todos os seus membros, em licença ou em Continue Lendo →