Evangelho do Dia – Segunda-Feira 24.09.2018

Leitura (Provérbios 3,27-34) Leitura do Livro dos Provérbios. Meu filho, 3,27 não recuses um favor a quem dele necessita, se tu podes fazê-lo. 28 Não digas ao próximo: “Vai embora, volta amanhã, então te darei”, quando podes dar logo! 29 Não trames o mal contra o próximo, quando ele vive contigo cheio de confiança. 30 Não abras processo contra alguém sem motivo, se não te fez mal algum! 31 Não invejes o homem violento, e não escolhas nenhum de seus caminhos, 32 porque o Senhor detesta o perverso, mas reserva sua amizade aos íntegros. 33 O Senhor amaldiçoa a casa do ímpio, mas abençoa a morada dos justos. 34 Ele zomba dos zombadores, mas concede o seu favor aos humildes. Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 24 de Setembro

São Gerardo Sagredo Gerardo Sagredo, filho de pais ilustres e piedosos, nasceu no ano 980, em Veneza, Itália. Sagrado sacerdote beneditino, foi como missionário para a Corte da Hungria, onde, depois de ser orientador espiritual e professor do rei Estêvão I, uniu-se ao monarca, também santo da Igreja, para converter seu povo ao cristianismo. Decisão que o santo monarca tomou ao retornar do Oriente, onde, em peregrinação, visitara os lugares santos da Palestina. O rei, então, pediu a Gerardo que o ajudasse na missão evangelizadora, porque percebera que Gerardo possuía os dotes e as virtudes necessárias para a missão, ao tê-lo como seu hóspede na Corte. Educado numa escola beneditina, Gerardo recebeu não só instrução científica como também a formação Continue Lendo →

Evangelho do Dia – Domingo 23.09.2018

Primeira Leitura (Sabedoria 2,12.17-20) Leitura do Livro da Sabedoria: Os ímpios dizem: 2,12 “Armemos ciladas ao justo, porque sua presença nos incomoda: ele se opõe ao nosso modo de agir, repreende em nós as transgressões da lei e nos reprova as faltas contra a nossa disciplina. 17 Vejamos, pois, se é verdade o que ele diz, e comprovemos o que vai acontecer com ele. 18 Se, de fato, o justo é ‘filho de Deus’, Deus o defenderá e o livrará das mãos dos seus inimigos. 19 Vamos pô-lo à prova com ofensas e torturas, para ver a sua serenidade e provar a sua paciência; 20 vamos condená-lo à morte vergonhosa, porque, de acordo com suas palavras, virá alguém em seu socorro”. Continue Lendo →