Evangelho do Dia – Domingo 29.04.2015

Primeira Leitura (Atos 9,26-31) Leitura dos Atos dos Apóstolos: Naqueles dias, 9,26 Saulo chegou a Jerusalém e procurava juntar-se aos discípulos. Mas todos tinham medo dele, pois não acreditavam que ele fosse discípulo. 27 Então Barnabé tomou Saulo consigo, levou-o aos apóstolos e contou-lhes como Saulo tinha visto o Senhor no caminho, como o Senhor lhe havia falado e como Saulo havia pregado, em nome de Jesus, publicamente, na cidade de Damasco. 28 Daí em diante, Saulo permaneceu com eles em Jerusalém e pregava com firmeza em nome do Senhor. 29 Falava também e discutia com os judeus de língua grega, mas eles procuravam matá-lo. 30 Quando ficaram sabendo disso, os irmãos levaram Saulo para Cesaréia, e daí o mandaram Continue Lendo →

“A Pessoa Humana é Ponto de Encontro e Instrumento de Unidade”

Papa: “A pessoa humana é ponto de encontro e instrumento de unidade” Francisco recebeu na Sala Paulo VI, cerca de 700 participantes na IV Conferência Internacional, promovida pelo Pontifício Conselho para a Cultura, sobre o tema: “Unidos para curar”. O Santo Padre concluiu sua série de atividades, na manhã deste sábado (28/4), no Vaticano, recebendo, na Sala Paulo VI, cerca de 700 participantes na IV Conferência Internacional, promovida pelo Pontifício Conselho para a Cultura, sobre o tema: “Unidos para curar”, aos quais disse: “Quando vejo representantes de culturas, sociedades e religiões diferentes unir suas forças, para empreender um percurso comum de reflexão e compromisso em prol de quem sofre, fico muito feliz, pois a pessoa humana é ponto de encontro Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 29 de Abril

Santa Catarina de Sena Catarina era apenas uma irmã leiga da Ordem Terceira Dominicana. Mesmo analfabeta, talvez tenha sido a figura feminina mais impressionante do cristianismo do segundo milênio. Nasceu em 25 de março de 1347, em Sena, na Itália. Seus pais eram muito pobres e ela era uma dos vinte e cinco filhos do casal. Fica fácil imaginar a infância conturbada que Catarina teve. Além de não poder estudar, cresceu franzina, fraca e viveu sempre doente. Mas, mesmo que não fosse assim tão debilitada, certamente a sua missão apostólica a teria fragilizado. Carregava no corpo os estigmas da Paixão de Cristo. Desejando seguir o caminho da perfeição, aos sete anos de idade consagrou sua virgindade a Deus. Tinha visões Continue Lendo →