Evangelho do Dia – Sexta-Feira 13.04.2018

Leitura (Atos 5,34-42) Leitura dos Atos dos Apóstolos. Naqueles dias, 5,34 um fariseu chamado Gamaliel, levantou-se no Sinédrio. Era mestre da Lei e todo o povo o estimava. Gamaliel mandou que os acusados saíssem por um instante. 35 Depois disse: “Homens de Israel, vede bem o que estais para fazer contra esses homens. 36 Algum tempo atrás apareceu Teudas, que se fazia passar por uma pessoa importante, e a ele se juntaram cerca de quatrocentos homens. Depois ele foi morto e todos os que o seguiam debandaram, e nada restou. 37 Depois dele, no tempo do recenseamento, apareceu Judas, o galileu, que arrastou o povo atrás de si. Contudo, também ele morreu e todos os seus seguidores se dispersaram. 38 Continue Lendo →

Santos do Dia da Igreja Católica – 13 de Abril

São Martinho I O papa Martinho I sabia que as conseqüências das atitudes que tomou contra o imperador Constante II, no século VII, não seriam nada boas. Nessa época, os detentores do poder achavam que podiam interferir na Igreja, como se sua doutrina devesse submissão ao Estado. Martinho defendeu os dogmas cristãos, por isso foi submetido a grandes humilhações e também a degradantes torturas. Martinho nasceu em Todi, na Toscana, e era padre em Roma quando morreu o papa Teodoro, em 649. Eleito para sucedê-lo, Martinho I passou a dirigir a Igreja com a mão forte da disciplina que o período exigia. Para deixar isso bem claro ao chefe do poder secular de então, assumiu mesmo antes de ter sua Continue Lendo →

O Testemunho Cristão Incomoda e não Conhece “Meio-Termo”

Papa: o testemunho cristão incomoda e não conhece "meio-termo" Na homilia na Casa Santa Marta, Francisco falou de três características do cristão para viver a alegria pascal: obediência, testemunho e concretude. O Papa Francisco retomou as celebrações matutinas na capela da Casa Santa Marta. Na sua homilia desta quinta-feira (12/04), o Pontífice se inspirou na alegria pascal para ressaltar três características: obediência, testemunho e concretude. Os 50 dias do tempo pascal foram para os apóstolos um “tempo de alegria” pela Ressurreição de Cristo. Uma alegria verdadeira, mas ainda duvidosa, temerária, enquanto depois, com a descida do Espírito Santo, a alegria se tornou “corajosa”: antes “entendiam porque viam o Senhor, mas não entendiam tudo”, estavam felizes mas não conseguiam entender. “Foi Continue Lendo →

Os Efeitos do Batismo

Os efeitos do Batismo “O Batismo marca o cristão com um selo espiritual indelével (“character”) da sua pertença a Cristo. Esta marca não é apagada por nenhum pecado, embora o pecado impeça o Batismo de produzir frutos de salvação” (Catecismo, 1272). – Pe. Arnaldo Rodrigues – Cidade do Vaticano Na sua catequese desta quarta-feira, 11 de abril, o Papa Francisco se dedicou a falar do Batismo.  Embora o Papa nos tenha recordado sobre a teologia, o sentido e a profundidade deste importante Sacramento, muitas pessoas ainda permanecem em dúvida, ou desconhecem,  a ação eficaz que tem esteSsacramento em nossas vidas. Quando falamos do batismo, de imediato recordamos do próprio Cristo que nos deu o exemplo em tudo, inclusive do batismo. Continue Lendo →