Evangelho do Dia – Domingo 26.05.2013

Primeira Leitura (Provérbios 8,22-31)

Leitura do livro dos Provérbios.

8 22 O Senhor me criou, como primícia de suas obras, desde o princípio, antes do começo da terra. 
23 Desde a eternidade fui formada, antes de suas obras dos tempos antigos. 
24 Ainda não havia abismo quando fui concebida, e ainda as fontes das águas não tinham brotado. 
25 Antes que assentados fossem os montes, antes dos outeiros, fui dada à luz; 
26 antes que fossem feitos a terra e os campos e os primeiros elementos da poeira do mundo. 
27 Quando ele preparava os céus, ali estava eu; quando traçou o horizonte na superfície do abismo, 
28 quando firmou as nuvens no alto, quando dominou as fontes do abismo, 
29 quando impôs regras ao mar, para que suas águas não transpusessem os limites, quando assentou os fundamentos da terra, 
30 junto a ele estava eu como artífice, brincando todo o tempo diante dele, 
31 brincando sobre o globo de sua terra, achando as minhas delícias junto aos filhos dos homens. 
— Palavra do Senhor.
— Graças a Deus.

Segunda Leitura (Romanos 5,1-5)

Leitura da carta de são Paulo aos Romanos.

5 1 Justificados, pois, pela fé temos a paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. 
2 Por ele é que tivemos acesso a essa graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança de possuir um dia a glória de Deus. 
3 Não só isso, mas nos gloriamos até das tribulações. Pois sabemos que a tribulação produz a paciência, 
4 a paciência prova a fidelidade e a fidelidade, comprovada, produz a esperança. 
5 E a esperança não engana. Porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
— Palavra do Senhor.
— Graças a Deus.

Evangelho (João 16,12-15)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

16 12 Disse Jesus a seus discípulos: “Muitas coisas ainda tenho a dizer-vos, mas não as podeis suportar agora. 
13 Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ensinar-vos-á toda a verdade, porque não falará por si mesmo, mas dirá o que ouvir, e anunciar-vos-á as coisas que virão. 
14 Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará. 
15 Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse: Há de receber do que é meu, e vo-lo anunciará”. 
— Palavra da Salvação.
— Glória a Vós, Senhor!